ANPOC

Produtor

ANPOC

A ANPOC, Associação Nacional de Produtores de Proteaginosas, Oleaginosas e Cereais foi fundada em 1981 e representa 500 produtores nacionais. Para diminuir a dependência das importações de cereais e manter a atividade agrícola nesta cultura, lançou o projeto Cereais do Alentejo que, desde a primeira hora, contou com a adesão do Clube de Produtores Continente.

De onde vem

  • Alentejo

Dimensão da produção

  • 4050 toneladas
    Toneladas de trigo e triticale produzidos no Alentejo e fornecidos às lojas Continente de todo o país
  • 5 Organizações
    Número de Organizações de Produtores que produzem trigo e triticale destinados à panificação
  • 2017
    Ano em que foi fornecido à Sonae MC o primeiro lote de cereais cultivado pelas organizações de produtores, passo pioneiro que motivou a criação da marca Cereais do Alentejo
Manter viva a produção de cereais

Manter viva
a produção de cereais

O trigo mole e o triticale produzidos no Alentejo abastecem a padaria das lojas Continente. Este projeto envolve a investigação científica, os agricultores, a indústria de moagem e o Clube de Produtores Continente.

No Clube de Produtores

Membro do Clube desde 2016

Parceria pioneira

Graças ao projeto Cereais do Alentejo foi possível reutilizar variedades tradicionais de trigo, atenuar a dependência de trigo dos mercados externos e manter ecossistemas fixadores de carbono.
José Palha
José Palha
Presidente
"Era inevitável juntarmo-nos a uma grande superfície que conseguisse, connosco, valorizar a produção. O Clube de Produtores Continente foi fundamental porque acreditou neste projeto desde a primeira hora."
Dicas do produtor

Dicas do produtor

  • Experimente regar o pão feito com cereais do Alentejo com um fio de azeite.

    Experimente regar o pão feito com cereais do Alentejo com um fio de azeite.

Do laboratório ao campo

  1. As variedades a semear pelos agricultores foram submetidas a ensaio no INIAV – Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária e no Instituto Politécnico de Beja.

  2. Os produtores só semeiam as variedades selecionadas e testadas previamente. Assim garante-se qualidade, homogeneidade e adequação dos lotes à indústria moageira.

    Toda a matéria-prima é certificada por uma entidade independente.

  3. No primeiro ano foi produzida uma pequena quantidade de trigo mole, que foi depois testado pela indústria.

    Em 2017 foram fornecidas 300 toneladas às lojas Continente. Esse número aumentou para 4050 toneladas na campanha de 2019/2020.

Produtor
Produtor
No Clube de Produtores
No Clube de Produtores