Queijo de Évora DOP
Queijo de Évora DOP

Origem

Sabor apurado

O Queijo de Évora DOP é um queijo curado de ovelha cheio de tradição e só possível de obter na região de Évora. Bastam três ingredientes para lhe dar personalidade: leite cru de ovelha, sal e cardo.

De onde vem

  • Alentejo:Évora.

Produtores

1 produtor

Feito à mão

Feito à mão

  • Produção diária

    Produção diária

    O Queijo de Évora DOP pode ser produzido diariamente, consoante as entregas de leite de ovelha, diretamente do produtor.

A ordenha das ovelhas é feita mecanicamente, geralmente, de manhã e ao final do dia.

Processo

Símbolo regional

Tudo começa no leite

Tudo começa no leite

As ovelhas são criadas ao ar livre e alimentadas em pastagens naturais e cultivadas. Após a ordenha, feita diariamente, o leite é refrigerado e transportado para a queijaria onde é realizado um controlo de qualidade.

O Queijo de Évora DOP que encontra nas lojas Continente segue a melhor tradição queijeira do Alentejo. Um queijo de sabor ligeiramente picante e cheio de personalidade.

  1. Método tradicional

    O Queijo de Évora DOP (sigla de Denominação de Origem Protegida) é produzido numa área geográfica específica e faz parte da mais antiga tradição queijeira do Alentejo.

    Os membros do Clube de Produtores Continente preservam o método tradicional de produção, aliando novas técnicas de segurança alimentar e qualidade.


  2. Juntar ingredientes

    Para produzir o Queijo de Évora DOP é necessário filtrar e aquecer o leite de ovelha a 30 graus. Na sala de fabrico, junta-se apenas sal e cardo para coalhar o leite. Este processo demora cerca de uma hora.

    Com um largo pano branco separa-se a massa do soro e vai-se moldando a massa. Esta massa é colocada em formas e conservada no frio durante um dia.

  3. Cura de 30 dias

    O queijo é retirado da forma e conservado numa câmara de cura, onde é virado todos os dias. Regula-se a humidade e a temperatura, num processo de cura que dura 30 dias para os queijos de pasta semi-dura.

Consumo

Saborosa iguaria

Da queijaria para a loja Continente

Da queijaria para a loja Continente

Um dia de fabrico e 30 dias de cura é o tempo essencial para obter um queijo amarelo, pleno de sabor e de textura firme.

Mínima transformação

  1. Cura tradicional de 30 dias
  2. Embalado e transportado para a loja logo após a cura
  3. Disponível durante todo o ano

Sou saboroso

Pode encontrar-me na secção de Charcutaria

Como conservar

Como conservar

  • Coloque o queijo ao ar, para que possa respirar.

    Coloque o queijo ao ar, para que possa respirar.

  • Se conservar no frigorífico, retire uma hora antes de consumir para obter todo o seu sabor.

    Se conservar no frigorífico, retire uma hora antes de consumir para obter todo o seu sabor.

  • Sabia que...

    Sabia que...

    O soro que resulta do processo de moldagem é utilizado, por exemplo, para produzir requeijão.

Origem
Origem
Processo
Processo
Consumo
Consumo