Vinhos de Monção e Melgaço

Origem

Terra abençoada

Berço da casta Alvarinho e terra abençoada pelo solo, clima e água abundante, a sub-região de Monção e Melgaço faz parte da Região do Vinho Verde.

De onde vem

  • Lisboa

Produtores

1 produtor

  • Quintas de Melgaço
    Quintas de Melgaço

    Vinho..

    Entre Douro e Minho

Ciclo natural

Ciclo natural

  • Nasce

    Nasce

    As floração acontece na primavera

  • Colhe-se

    Colhe-se

    A colheita é feita entre o fim do verão e o início do outono

É na floração que se começam a formar as uvas. As vindimas decorrem tradicionalmente no final do verão, mas o calendário é sempre ditado pelas condições do clima e a evolução da vinha.

Processo

Território da casta Alvarinho

Solos graníticos, vinhos únicos

Solos graníticos, vinhos únicos

Com solos graníticos, invernos frios e verões quentes e secos, a sub-região de Monção e Melgaço é exclusiva nas castas Alvarinho (branca) e Pedral (tinta). Os vinhos a que dá origem são cristalinos, de aromas subtis e frescos.

O Continente aposta na produção de vinhos de qualidade e tem, em exclusivo nas suas garrafeiras, duas gamas de marca própria: Contemporal e Albenaz. A sub-região Monção e Melgaço é uma das referências vitivinícolas disponível nas duas marcas.

  1. A vindima é uma festa

    As vinhas na sub-região de Monção e Melgaço são de pequena dimensão e propriedade de vários produtores, que cuidam da vinha durante todo o ano até que atinja o estado de maturação ideal.

    A vindima é uma festa. Reúne amigos e família e são muitos os que tiram férias de propósito para participar. Dura aproximadamente um mês.

  2. Vinificação tradicional

    Na vinificação, são seguidos métodos e práticas enológicas tradicionais. A uva é selecionada na vinha e, na adega, é feito um desengaço total. Apenas os bagos são prensados para obter puro sumo de uva.

    Este sumo é colocado numa cuba de decantação, onde o mosto se separa. Segue-se, depois, a fermentação, a uma temperatura que não ultrapassa os 18 graus, para reter todos os aromas que este vinho alcança. Esta fase dura aproximadamente 15 a 20 dias.

  3. Vinho cristalino

    O processo de estabilização começa com a bâtonnage, assim que termina a fermentação. Trata-se de movimentar o vinho para lhe dar mais estrutura e atingir um equilíbrio entre acidez, gordura e aromas.

    Os próximos passos são: estabilização por frio e, novamente, decantação e filtração, que resulta num vinho cristalino.

Consumo

Em todo o seu esplendor

Da vinha para a loja Continente

Da vinha para a loja Continente

O vinho verde da sub-região de Monção Melgaço pode estar pronto a consumir 4 meses depois da vindima.

Concentração de sabor

  1. Bagos pequenos, com grande concentração de sabor
  2. Aromas florais e tropicais
Como consumir

Como consumir

  • Consuma a uma temperatura entre os 8 e os 11 graus.

    Consuma a uma temperatura entre os 8 e os 11 graus.

  • Combine não só com pratos de marisco e arroz mas também de cabrito assado.

    Combine não só com pratos de marisco e arroz mas também de cabrito assado.

  • Sabia que...

    Sabia que...

    O vinho verde é produzido apenas a partir de castas autóctones da Região Demarcada dos Vinhos Verdes.

Escolha o vinho certo para cada momento

Escolha o vinho certo para cada momento

Descubra a garrafeira do Continente

Visite o Chef Continente
Origem
Origem
Processo
Processo
Consumo
Consumo